Sentar na beira do rio

Ver a correnteza as energias negativas levar

Ou o cabelo mal amarrado da jovem

Observar o vento bagunçar

Se espreguiçar sem pretensão no domingo

E desejar que ainda fosse ontem

Segurar a mão daqueles que lhe são queridos

E carregar seus corações consigo

Sorrir para o começo do verão

Sabendo que o inverno vem

Mas sem tirar o calor do seu coração

Dançar ao som de uma música triste

Mesmo estando feliz

E rir até chorar

Até doer a barriga

Porque felicidade é feita

De pequenos momentos

De riso fácil e bobo

Abraçar e aceitar algo leve

Ao invés de lutar

Deixar as coisas lhe levar

Ao invés de levar tudo

Sem demais carregar

Só o essencial

Deve preencher a alma

childhood

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: