Existem muitos livros nesse mundo. É por isso que defendo que não existe não gostar de ler. Deve existir um livro que agrade. Impossível não encontrar um com o qual se conectar. Por que leituras são assim, é preciso estabelecer uma conexão. E é simples: com bastante tempo vá até um lugar com muitos livros. Com calma, olhe as capas, conheça as sinopses, os autores, leia as primeiras linhas. Em algum momento deve acontecer, o livro não vai mais sair da sua mão. E a leitura vai transformar.

Na teoria é fácil, na prática pode ser um pouco mais complicado. Até porque, nossas primeiras experiências com histórias e leitura, influenciam esse momento de (re)conectar com livros. Pode ser que na primeira tentativa não dê em nada. Os livros falam baixinho, acostumados com o silêncio das bibliotecas, dos leitores, e às vezes pode ser difícil ouvi-los caso não estivermos prestando atenção. Pode ser que demore anos para acontecer, o livro que vai se conectar com você ainda não apareceu, não estava nas estantes pelas quais foi procurado, ainda não foi escrito. Então, paciência, uma hora a conexão acontece. Basta querer e esperar.

E após a transformação da leitura começar, nunca mais acaba. É uma magia sem fim. E o deslumbramento por esses momentos mágicos é para sempre. Mesmo lendo todos os dias, leitores sempre encontram novos encantamentos ao ler.

Então, não deixe para depois. Reserve um tempo hoje, amanhã, ainda essa semana para procurar por essa conexão. Um livro pode proporcionar muito mais do que você imagina ou espera.

livros3

Anúncios

2 Replies to “Conexões literárias”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: